Autor: LucasAndrade

Bungou Stray Dogs Wallpaper

Conheça o anime Bungou Stray Dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

O Japão, como todos nós sabemos, é o lar dos animes mais diversos. Suas categorias vão de isekai à o romance mais fofinho.

Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!
Foto reprodução: Anime United | Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

Hoje iremos falar do anime Bungou Stray Dogs, a animação que conquistou fãs no mundo todo! 

Sobre o que fala o anime Bungou Stray Dogs?

O anime Bungou Stray Dogs começa girando em torno do nosso querido Nakajima Atsushi após ser expulso do orfanato, ele fica rondando pela cidade sem ter o que comer ou onde morar. Certo dia, quando estava perto de um rio, pensando se valia a pena ou não assaltar alguém para poder sobreviver; Atsushi vê um homem que estava tentando cometer suicídio, mas por pensar que poderia ser um acidente, ele ajuda o homem, levando um belo esporro o homem por tê-lo salvado. 

Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!
Foto reprodução: CBR | Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

Esse homem é Dazai Osamu, um detetive de uma agência de detetives armados; ele e seu companheiro, Kunikida Doppo, estavam a procura de um tigre misterioso que estaria atacando a cidade sempre que anoitecia, que por um acaso havia aparecido em todos os lugares em que o Atsushi estava. Após alguns momentos em que ele dizia se sentir conectado com o tigre e o via em todos os lugares, o caso é rapidamente resolvido por Dazai. Depois de todo esse acontecimento, o anime começa a girar em torno na adaptação do Atsushi na Agência de Detetives Armados, o que gera diversas situações engraçadas e tensas.

Ao decorrer dos episódios vemos a evolução não só dele quanto a dos demais personagens, descobrimos mais sobre o passado dele e acabamos tendo uma grande conexão com o mesmo. O anime Bungou Stray Dogs vale muito a pena assistir, ele tem uma animação incrível, músicas perfeitas para os momentos ficarem ainda mais marcantes e situações que nos fazem chorar de rir.

Se estava em dúvidas sobre se esse anime é bom, pode ter certeza que sim! Além de que os poderes de cada personagem é baseado nos livros mais famosos dos escritores que a autora se inspirou para criar cada personagem. O trabalho de Kafka Asagiri e Sango Harukawa conquistou o coração de várias pessoas no mundo todo. 

O anime Bungou Stray Dogs, como a maioria dos animes, foi inspirado no mangá de mesmo nome; o mangá atualmente tem 20 volumes, uma ótima opção para quem quer saber o que aconteceu com os personagens após o fim da terceira temporada, que convenhamos havia se tornado um pouco mais intensa por conta do aparecimento de novos vilões (e a redenção de alguns que se tornaram de cômicos), além de nos deixar com um gostinho de quero mais após o desenvolvimento dos personagens, principalmente os mais próximos do nosso menino Atsushi. 

Se você nunca viu o anime Bungou Stray Dogs, não perca tempo, e se já assistiu, vale a pena rever esse anime com um plot maravilhoso! 

Curiosidades literária sobre alguns personagens

Como já citado acima, os personagens do anime Bungou Stray Dogs são inspirados em escritores clássicos da literatura, e agora vamos falar umas curiosidades sobre alguns.

Alerta: esse texto contém spoilers!

Dazai Osamu

O personagem mais amado de todo o anime com certeza é o Dazai. 

Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!
Foto reprodução: YouTube | Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

O personagem é baseado no escritor de mesmo nome, que foi e ainda é muito famoso no Japão. O fato de o Dazai, personagem, ser tão obcecado pelo suicidio, é que esse era um elemento marcante nas obras do ator. E a obsessão do personagem com um suicidio a dois, é pelo fato que o escritor se suicidou junto de sua esposa ao se jogarem no canal Tamagawa (uma referência gritante com o primeiro episódio do anime).

Akiko Yosano

Agora falaremos sobre uma das personagens femininas mais fortes do anime todo: a Dr. Yosano!

Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!
Foto reprodução: YouTube | Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

Como já sabemos, a personagem é baseada na escritora de mesmo nome, uma mulher que foi a pioneira do feminismo no Japão, além de ser pacifista e uma reformadora social, ela foi e ainda é uma autora também muito conhecida e prestigiada no Japão.

Fyodor Dostoyevsky

Como dito acima, o anime Bungou Stray Dogs não fala apenas de escritores japoneses, um dos exemplos é o querido vilão, o Fyodor.

Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!
Foto reprodução: Bungou Stray Dogas Wiki | Conheça o anime bungou stray dogs; o anime com os personagens da literatura clássica japonesa e além!

Famoso por seus livros “Crime e Punição” e “Os Irmãos Karamazov”, considerado pelo críticos o melhor romance já escrito, Fyodor é um escritor russo famoso, ele já havia sido preso uma vez por estar na casa de um revolucionário, mas mesmo assim seu nome ainda ganhou e solidificou a fama e o talento do escritor.

Trailer da primeira temporada do anime Bungou Stray Dogs

Confira abaixo o trailer da primeira temporada de Bungou Stray Dogs.

Gostou do nosso artigo?

Esperamos que tenha gostado de nosso artigo sobre esse anime maravilhoso, com certeza também irá gostar de saber sobre os melhores episódios de A Casa da Árvore dos Horrores

Acesse também nosso site, o Mangazine, e não se esqueça de compartilhar esse artigo com seus amigos para que eles possam entrar nesse mundo incrível que é o de Bungou Stray Dogs!

Review de mirai nikki

Review de Mirai Nikki

Conheça nossa Review de Mirai Nikki. O deus do tempo, fica tão entediado que decide fazer um jogo, doze pessoas são abençoadas ou amaldiçoadas (depende do ponto de vista de cada um) com um Mirai Nikki (Diário do Futuro).

Nesse jogo todos devem lutar e se matarem o último sobrevivente se tornará o novo deus. Além disso uma vez escolhidos a única forma de sair do jogo era morrendo.

Amano Yukiteru

Mirai nikki – review

Feliz ou infelizmente é conhecido por sua personalidade de bebê chorão. Em vários momentos realmente parece que ele está a ponto de chorar. E nós que estamos assistindo sentimos no âmago do nosso ser a vontade de entrar no anime e dá uma bofetadas nele.

Possui o Diário do Acaso, que o permite prever as coisas que vão acontecer ao seu redor, porém nunca diretamente sobre o futuro do Yukiteru.

Além disso esse diário é afetado pela percepção do Yuki, de modo que uma má interpretação do ambiente a sua volta passa fazer as previsões serem incoerentes com a realidade.

Apesar de ter um leve desejo de tornar-se deus, ele é incapaz de agir de forma decisiva, escondendo-se nas batalhas, frequentemente colocando a Yuno na linha de frente. Inicialmente até tenta fazer alianças com outros jogadores

Gasai Yuno

Mirai nikki – review

Psicopata, assassina, louca, eu já disse psicopata? Yuno é obcecada pelo Yukiteru logo ela não deixa outras garotas se aproximarem, está sempre disposta a fazer tudo em prol da segurança dele, embora não seja fácil entender o porque disso uma vez que ela é uma garota forte e decidida não deveria ter motivos para ficar com o bebê chorão.

Possui o Diário do Yukiteru, que a permite prever o futuro do Yukiteru baseada em seu próprio ponto de vista, dessa forma ela é incapaz de saber o que o Yukiteru está pensando, ainda que seja capaz de prever, ferimentos, a forma como ele vai agir e até mesmo se vai morrer ou não se fizer determinada coisa, desde que esteja dentro dos 10 minutos seguintes, uma vez que o diário da Yuno se atualiza a cada 10 minutos.

Considerações Finais

Mirai Nikki é um misto de ação, terror, suspense e romance (embora doentio na maior parte dos casos). Com direito a diversas reviravoltas e situações de deixar algum desavisado de cabelo em pé, Mirai Nikki é um anime curto e que dá para maratonar numa boa contando com apenas 26 episódios.

A todos que embarcarem nesta aventura eu deixo um questionamento para ser respondido duas vezes. Uma antes de assistir e uma após assisti Mirai Nikki. A questão é a seguinte: Até onde é válido lutar pelo amor de sua vida?

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre o universo do Mirai Nikki, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes enlouquecedores.

Review de soul eater

Review de Soul Eater

A maior parte das aventuras do anime Soul Eater se passa na escola Shibusen, onde se reúnem Armas(na maior parte do tempo são pessoas “comuns” mas possuem a habilidade de se transformarem em armas) e Artesãos.

Lá eles aprendem tudo que precisam saber para tornar-se a Death Scythe (Foice da Morte, numa tradução livre), arma usada pelo Shinigami-Sama, diretor da escola e ser mais poderoso do anime.

Maka Albarn

Soul eater – review

Artesã, Maka é muito inteligente e esforçada, igualmente impaciente e cabeça dura. Não há como definir qual desses traços mais prevalece.

Junto com seu amigo e arma o Soul, almeja chegar no topo da rank na academia e muitas vezes você ela brigando com tudo e todas apenas para ganhar mais estrelas, no inicio do anime ela está ranqueada como duas estrelas.

Ela é o tipo de pessoa que prefere ficar em casa lendo ou estudando. Apesar disso ela é a primeira a agir caso um amigo precise de sua ajuda, e faz o que puder sem esperar nada em troca.

Soul Evans

Soul eater – review

Arma, Soul é facilmente confundido com alguém preguiçoso, por causa do seu jeito descontraído e no melhor estilo deixa a vida me levar. Geralmente é indiferente às coisas à sua volta a menos que as ache legal. É praticamente o oposto da Maka e no mínimo deve ser o motivo de algum cientista ter postulado algo do tipo: “Os opostos se atraem”.
Apesar das diferenças ambos têm uma amizade sólida e são perfeitos um para outro, pelo menos no que diz respeito a arma/artesão. Quando transformado em arma o Soul assume a forma de uma foice de cabo prateado e longo, uma lâmina larga, nas cores vermelha e preta.

Death the Kid

Soul eater – review

Artesão, uma palavra simples pode definir o Death the Kid, perfeccionista. Ele é filho do Shinigami-sama e sofre o peso de tal título. Maduro, calmo, extremamente excêntrico e individualista, Kid como costuma ser chamado é um deus como seu pai e se orgulha disto. Diferente dos outros artesãos ele almeja se tornar o próximo Shinigami-Sama herdando assim as responsabilidades do seu pai. Para tanto ela deseja trilhar o mesmo caminho que os outros e chegar ao topo por seus próprios méritos.

Elizabeth/Patricia Thompson

Soul eater – review

Armas, Liz e Patty como são chamadas na escola Shibusen, foram abandonadas pelas mãe quando crianças, o que fez elas tornarem-se muito dependente uma da outra. E devido a isso acabam cometendo alguns crimes no passado, até que foram encontradas e “adotadas” pelo Kid. Nas suas formas de armas, ambas assumem a aparência de pistolas do modelo Beretta M9, perfeitamente idênticas uma da outra. O que deixa o Kid muito feliz uma vez que ele tem mania de deixar as coisas simétricas, segundo o próprio equanto armas elas são perfeitas.

Minhas considerações

Soul Eater é um anime repleto de comédia e loucura. Talvez essa seja a melhor forma de defini-lo. Não irão faltar momentos para rir, no entanto não faltaram momentos para pensar sobre a psique humana.

No mínimo devo ter ficado uns dois pontos mais louco, enquanto pesquisava sobre o Kishin. Quem é ele? Minha recomendação é que você assista Soul Eater para descobrir.

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre o universo do Soul Eater, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes enlouquecedores.

Review de obsolete

Review de Obsolete

Armaduras? confere.
Urobuchi? Confere.
Então vamos nessa!

Obsolete review

Obsolete é a sua história de guerra padrão, cheia de sarcasmo e indiferença.
O que é diferente aqui, porém, é o formato. 6×12 minutos.
Não deixa muito espaço para contar uma grande história ou expressar ideologias.

Qualquer um que esteja esperando profundidade do personagem ou algo assim será decepcionado.

A equipe fez tudo o que estava ao seu alcance para torná-lo um trabalho coerente, mas eles foram fortemente restringidos pela contagem de episódios e isso mostra.

Calcário? Aliens? Isso não importa para nós, humanos, segundo Urobuchi, e realmente não há tempo para explicá-los.

O núcleo deste produto parece ser “Dê a um homem um peixe e ele comerá por um dia. Ensine um homem a pescar e ele fará uma guerra contra seus semelhantes com varas de pesca”

O que chegamos aqui são pedaços da história da guerra. Como tudo começou e … é isso. Não há fim ou clímax.

Obsolete review

Todos os episódios individuais seguem os principais eventos dessa guerra futurista, o pano de fundo das frações e algumas pessoas envolvidas no conflito.

Em cada episódio, você terá novos personagens que dirigem a história e divulgam algumas linhas de conhecimento. O resto é uma ação irracional com o dubstep. Oh, certo. Skrillex fez a música.

Enquanto a engenharia e os efeitos sonoros eram ótimos, a música era ofensiva como o inferno. O dnb da selva ou o tribal teriam sido mais adequados, considerando onde ele ocorre.

Eles foram fodas com efeitos de tela como fumaça, mas o sombreamento estava realmente ausente. A ação em si parece bem feita, mas sem contraste suficiente, parece branda.

A arte é … apropriada, eu diria. cgi 4fps suave e sedoso que todos odiamos, com um toque realista. É triste que esse nível de detalhe mecânico precise de CG, porque todos os animadores decentes estão ocupados com o gundam.

Dá a todo o show uma sensação muito barata. Combine isso com o quão curto é, e a quarta parede quebrando “Como nos meus animes japoneses” e você fica se perguntando por que eles estão fazendo exatamente isso?

Então Obsolete como obra parece maior do que seu anime oferece, alguma forma superior de entretenimento? É isso que eles querem dizer? porque estou triste em dizer que é insignificante. Ou o contrário?

Tentamos fazer algo parecido com o anime, e quase conseguimos às vezes! sim, isso parece mais correto, infelizmente.

Honestamente, esse show poderia ter chegado a um comercial de brinquedos. Não tenho certeza de quantas pessoas ele alcançará se estiver em um serviço pago ou mesmo no youtube.

Você não deseja o maior público possível para o posicionamento do seu produto, em vez das 10 pessoas que pagaram pelo YouTube Premium ou o que quer que seja?

Os exosuits parecem legais. A história parece interessante, a execução é mais ou menos, o tempo de execução é realmente o fraco deste programa.

Moral da história? Guerra ruim. Humanidade ruim. Formato de 12 minutos ruim.

Quer saber sobre outros animes? aproveite para ler também nosso artigo sobre: Mugen no Juunin: Immortal.

Review de liz to aoi tori

Review de Liz to Aoi Tori

Quando foi a última vez que você se sentiu conectado a um personagem? Você sente a alegria, a tristeza, como se esse personagem fosse … você.

Liz to aoi tori review

Como introvertido, assistir Liz a Aoi Tori foi difícil. Eu me senti atacado, mas de uma maneira positiva, pois explora o sofrimento interno de ser deixado de fora por aquela pessoa que significava tudo para ela.

Liz to aoi tori review

Ela se apega desesperadamente à amiga, dizendo que a decisão da amiga também é dela. É uma história comumente encontrada na sociedade, mas magistralmente executada pela bela animação.

E não estou falando sobre o plano de fundo ou o design de personagens. O que estou me referindo é a expressão facial, punhos cerrados, os sutis espasmos nos olhos e olhares que contam completamente a história.

Eu tenho que admitir; a inexistência de monologo interno neste filme é uma bênção, porque não conta a história, mas mostra.

A escolha magistral de KyoAni na trilha sonora acende mais uma vez, usando o clássico para elevar a intensidade da cena sem abafar o diálogo.

No geral, foi um dos melhores filmes que assisti. A luta de aceitar tudo desaparecerá, enquanto é feliz sem isso é sincero.

Quer saber sobre outros animes? aproveite para ler também nosso artigo sobre: Obsolete Review.

Review de carole tuesday

Review de Carole & Tuesday

Conheça nossa Review de Carole & Tuesday, já que chegamos a mais uma análise de dublagem, dessa vez do anime que acabou de chegar na Netflix, a primeira parte (12 episódios de 24) de Carole & Tuesday. Assim como nas publicações anteriores, falarei um pouco sobre a dublagem, com alguns detalhes e extras, então vamos em frente.

Carole & tuesday review

Sinopse: ”Cinquenta anos se passaram desde que a humanidade começou a migrar para a nova fronteira: Marte. Vive-se em uma era onde a maioria da cultura é produzida por IAs, e as pessoas estão mais do que contentes em serem consumidoras passivas.

Vivendo entre solavancos em Alba, há uma garota. Ela faz diversos bicos enquanto tenta se tornar uma musicista e sempre sentiu que havia algo faltando em sua vida. Seu nome é Carole.

Nascida em uma família rica na província de Hershell, há uma garota. Ela sonha em se tornar uma musicista, mas ninguém ao seu redor a compreende. Ela se sente a pessoa mais só do mundo. Seu nome é Tuesday.

Um encontro ao acaso reúne as duas. Elas querem cantar. Querem fazer música. Juntas, elas sentem que talvez tenham uma chance. Talvez as duas criem somente uma pequena onda, mas essa onda, eventualmente, se tornará algo maior…”

Carole & tuesday review

Comecemos falando do elenco escalado para os personagens: diferente do visto em Darling in The Franxx (também dirigido pelo Leonardo Santhos), tivemos uma consistência maior e melhor vista em Carole & Tuesday, a maior parte das vozes casou muito bem com seus respectivos personagens.

Falando sobre os destaques positivos nos personagens principais, a Tuesday (Pamella Rodrigues) teve um desempenho muito bom, a Pamella fez jus à sua experiência e competência. Além dela, destaco o Ronaldo Júlio como Gus, que ficou impecável.

Essa é uma daquelas escalações que consegue ficar tão boa quanto a original, isso se não ficou melhor. O Roddy (Cadu Paschoal) e o Tao (Luis Sérgio Vieira) também ficaram muito bem escalados.

Ainda nos personagens principais, a Carole (Amanda Brigido) e Angela (Louise Schachter), apesar de não terem ficado ruins, talvez não foram as melhores escolhas. Mesmo assim, em ambos os casos, as dubladoras conseguem interpretar muito bem as personagens, e as dúvidas quanto à combinação das vozes logo se dispersam com o decorrer dos episódios.

Nos personagens secundários, tivemos boas escalações, mantendo o nível da dublagem, à exemplo do saudoso Alexandre Moreno no Etergun.

Apesar da combinação dos personagens, preciso citar que muitas das vozes são usadas com extrema frequência nos animes dublados na Som de Vera Cruz, o que pode deixar a experiência menos impactante, visto que muitos desses dubladores já estão marcados em outros personagens, algo que seria menos perceptível caso a frequência que essas vozes aparecessem fosse menor.

Review de blazblue alter memory

Review de Blazblue: Alter memory

Conheça nossa Review de Blazblue. O anime baseado nos jogos BlazBlue: Calamity Trigger e BlazBlue: Continuum Shift, para Playstation 3Xbox 360PSP e computador, não deixou sua marca.

BlazBlue: Alter Memory é um exemplo de como não adaptar um jogo em animação, pois simplesmente é apressada, não tem personagens carismáticos por conta do dos seus poucos episódios e, sobretudo, da sua execução confusa e cheia de falhas que fazem o telespectador perder o interesse de assistir logo em seus primeiros episódios.

Blazblue: alter memory review

Para quem já apreciou os jogos de BlazBlue já percebe logo o quão bagunçado e sem emoção é o começo da animação. BlazBlue: Alter Memory possui uma série de erros e, pessoalmente falando, que são capazes incomodar aqueles que já possuem um entendimento da história e dos personagens.

O jogo em si é ótimo, padrão Arc System Works! Eu até recomendo para você que curte um bom jogo de luta em 2D tradicional, é um jogo que está em ótimo preço atualmente, que tem gráficos lindos e te dá horas de diversão, mesmo sendo de 2010. Contudo, quanto a animação do jogo… Não recomendo nem um pouco.

Não honra o jogo!

Blazblue: alter memory review

Em contraste com um jogo tão bem estruturado tanto em seu combate como na sua história e, sobretudo, em seus gráficos, BlazBlue: Alter Memory peca e peca muito. A animação parece que foi feito às pressas, sem vontade e, principalmente, sem impacto.

O que deveria ser feito? Reaproveitar a história e os personagens! Honrar a história que há no jogo, contar ela bem com uma quantidade maior de episódios, sem ser apenas doze. Os personagens também são outra decepção e, assim como a animação, passam em branco.

Primeiramente, a história é para lá de confusa. Certo, eu admito que BlazBlue tem, originalmente falando, uma história que não é a das melhores de entender e tudo mais, é cheia de detalhes, revelações e ligações entre personagens que você vai descobrindo à medida que vai avançando no modo história do jogo.

Contudo, o jeito de como a história é contada na animação consegue deixar tudo mais confuso! Os personagens são apresentados de maneira impensada e isso afeta muito o desenrolar da trama.

Deixa muito a desejar!

No início, somos apresentados ao principal, isto é, ao vampiro Ragna the Bloodedge que já aparece lutando sem ao menos haver uma introdução do personagem que tem uma concepção e história bem bacana. BlazBlue: Alter Memory já começa com o pé esquerdo, apresentando ao seu público cenas sem embasamento que deixa o telespectador sem saber o que diabos está acontecendo, sem conhecimento do que está se passando.

Até mesmo para aqueles que jogaram o jogo, a história é confusa e te faz ficar perdido com facilidade.

Review de violet evergarden

Review de Violet Evergarden

Cada detalhe é esplêndido nessa obra. São notáveis as coisas minímas que a animação traz. Tudo envolto de um trabalho competente, que, começa com o diretor: Taichi Ishidate.

Violet evergarden review

Formado em casa, assim como a maioria dos funcionários do estúdio Kyoto Animation, o diretor trabalha muito em planos detalhes. Isso valoriza a cena em si.

A trilha sonora não deixa a desejar, pelo contrário. A abertura foi tímida na obra, pois não esteve presente em todos os episódios. Entretanto, quando falamos de sua música, Sincerely executada por TRUE, o ritmo encanta aos ouvidos. Além disso, sua trilha sonora de cena é outro ponto que não entra em uma linha magnífica, mas a simplicidade de algumas faixas te emocionam.

Não há o que criticar falando da parte técnica, por isso, comecemos a falar do enredo em si. A composição de série ficou por conta Reiko Yoshida. Pessoa experiente que já passou fazendo roteiro de animes como Nodame Cantabile Shirobako.

Quando a produção começou a ser exibida, a grande expectativa era para o drama, em si, ter sua ignição também.

Os primeiros episódios não atendem muito a expectativa no quesito do drama, entretanto, entregam bem um slice of life. Sobretudo, vários relacionamentos são desenvolvidos entre as personagens principais. Entre eles, um que foi muito intrigante: Iris e Violet.

Essa primeira chegou com o status da garota que iria atrapalhar a vida da protagonista. Todavia, sua história no episódio quatro conseguiu envolver o telespectador e convencer de que ela poderia ser uma pessoa sim de confiança.

Prosseguindo

Violet evergarden review

Erica, uma das outras funcionárias, é outra garota que ganhou um episódio somente para ela. Isso ocorreu no segundo. Sinceramente falando, deram um destaque para ela naquele e nunca mais a vimos de uma maneira mais aprofundada.

Não que isso seja ruim, mas sinto que a personagem tinha mais a mostrar. Não somente ela, como também a própria Iris citada acima e o entregador.

A partir do episódio 7, Violet finalmente começa a entender os sentimentos. Uma coisa que a motivou a mudar e buscar essa nova vida. Foi o ponto de virada, pois o anime sai de um slice of life para entrar em um drama mais aprofundado.

É uma sequência de episódios marcantes e tocantes. Sinceramente falando, eu não chorava em um anime desde que vi Shigatsu, porém, certas cenas aqui não deu para segurar.

O anime nos faz refletir sobre sentimentos. Será que realmente entendemos os nossos? Às vezes, podemos achar que estamos entendidos de tudo, entretanto, nada pode ser como pensamos. Afinal, tudo depende de um ponto de vista. Violet é a prova disso. Há nela uma concepção de amor diferente do que nas outras personagens.

Um pouquinho sobre as cenas de choro (Alerta de spoiler moderado)

A perseguição de Violet para entender os sentimentos do major foi algo sensacional. A cada episódio, ela descobria alguma coisa diferente. Sobretudo, o episódio 10 é o mais tocante de todos. Ver a menina lendo carta por carta a cada ano que se passava foi de arrepiar e, além disso, quando mesmo a Violet começa a chorar, lágrimas desceram sem eu conseguir ver.

Para você que busca um anime emocionante e com uma animação esplêndida, Violet Evergarden é uma ótima pedida. Entretanto, caso você não goste de obras muito paradas, não recomendo que assista. O episódio final foi o divisor de águas. Muita gente gostou e outros não.

Em partes, achei muito emocionante e o final foi fechado, o que não é uma decepção. O grande medo quando falamos sobre Kyoto Animation não é a animação e sim o roteiro. Parece que, dessa vez, acertaram em ambos.

Violet Evergarden está com todos os seus episódios disponíveis no serviço de Streaming Netflix.

Review de mahoutsukai no yome

Review de Mahoutsukai no yome

Mahoutsukai no Yome (ou The Ancient Magus’ Bride, como achar melhor) narra a história de Chise, uma garota com um passado triste e desacreditada com a vida, que acabou sendo vendida como escrava num leilão para um mago que tem um crânio de cachorro no lugar da cabeça (surpreendentemente não é de um bode, como pode parecer à primeira vista) chamado Elias. Então leia a nossa Review de Mahoutsukai no yome para conhecer um pouco mais.

Mahoutsukai no yome review

Ele a comprou devido à grande aptidão para magia que ela possui, e deseja fazer dela sua esposa/aprendiz. Lembrando que ela descobre que é uma Sleigh Beggy, ser considerado especial e raro na perspectiva dos praticantes de magia.

Em relação aos termos técnicos da produção, podemos considerar esse anime um caso bem peculiar; isso porque, mesmo contando com uma estética visual e sonora boas – o Wit Studio realmente não deixou a desejar, entregando cenários bonitos, personagens consistentes e criaturas bastante detalhadas, além de oferecer momentos mais fluidos quando necessário, tudo bem combinado com a eficiente e bonita soundtrack – a direção, que foi entregue a cargo do Naganuma Norihiro, acabou se saindo um pouco aquém do esperado.

Várias cenas ao decorrer do anime que tinham potencial para serem bem impactantes acabaram não passando tanta emoção. Isso aconteceu devido ao timing e o ritmo do que acontecia na tela, os quais não foram bem os ideais, além da falta de algumas movimentações e representações visuais um pouco mais elaboradas e criativas.

Mahoutsukai no yome review

Na primeira metade do anime esses fatores não incomodaram tanto, mas a segunda trouxe um déficit mais elevado, pois cenas mais exigentes em relação a isso apareceram com mais frequência.

Para ter uma noção maior disso é só comparar a maioria das cenas com a ilustrada abaixo, presente no décimo segundo episódio, que foi muito mais bem elaborada que as demais.

O anime teve dois temas de abertura e dois temas de encerramento. A primeira abertura “Here” (bem viciante, por sinal) foi cantada pela JUNNA, e o seu tom de voz forte em união com uma melodia de estilo latino combinaram perfeitamente com o visual, que começa mais melancólico, simbolizando o estado de isolamento da protagonista; à medida que ela vai avançando fica gradativamente mais movimentada, com uma sequência bem criativa. O final dela são uma série de cenas que estarão presentes nos episódios do anime.

Já a segunda, “You”, performada por May’n é boa como música, mas o visual, bem… é literalmente um AMV. Os dois encerramentos, “Wa -cycle-”, por Hana Itoki e “Tsuki no mou Hanbun”, por AIKI & AKINO, não chegam a ser marcantes. Seguem o padrão de colocar quadros estáticos com uma música calma ao fundo.

Review de texhnolyze

Review de Texhnolyze

Conheça a Review de Texhnolyze. Esse anime é uma das obras do trio: Chaki KonakaYasuyuki Ueda e Yoshitoshi Abe, responsáveis por Serial Experiments Lain em 1998. E assim como Lain, falar sobre a história de Texhnolyze é… complicado.

Texhnolyze review

O anime segue Ichise, um garoto que logo no começo quase morre, porém, tem sua vida salva e sua perna e braço substituídos por membros protéticos. Nessa jornada, ele acaba conhecendo uma garota misteriosa, Ran, que tem o poder de ver possíveis futuros.

Assim, ele se da conta que sua cidade está a um fio da guerra e destruição. Eles são os únicos capazes de, talvez, salvar a cidade.

A atmosfera dessa série é trabalhada com muito cuidado para transmitir um pesar, uma claustrofobia e utilizando de palavras chiques, um niilismo. Texhnolyze é “dark”, mas não igual Evangelion ou Akira, mas sim para ImaSoko no Iru Boku.

A cor mais prevalecente durante todo o anime é o preto e o marrom, e mesmo quando há uma variação estética, as cores continuam sem transmitir nenhuma vida.

Texhnolyze review

Por ser um anime dos 2000, ele não possui nem um traço da estética “moe”, que, hoje em dia, prevalece. Então, há poucos personagens belos e até mesmo os fofos têm algo que te passam algum desconforto.

Mas apesar dele não ser um doce aos olhos, ainda dispõe de um “background art” bem detalhado, experimental e interessante.

Acho importante que mesmo sendo “dark”, o anime é bem diferente de outras coisas que as pessoas consideram “dark”, sim, ele é escuro. Sim, existe “gore”; sim ele não é bonito de forma tradicional, mas é a o mais distante possível de obras como AnotherDeadman Wonderland ou Shinsekai Yori. Animes, que, apesar de trabalharem temas pesados, não conseguem traduzir isso esteticamente e utilizam de técnicas baratas como “gore” gratuito.

Tehxnolyze é o inverso, chega a ser difícil de assistir para aqueles que não possuem muita força de vontade. Os diálogos são raros, os episódios são cheios de cena em uma “vibe arthouse”.

Custa muito para você se investir na história e ter uma ideia geral do que está acontecendo naquele mundo; se é que em algum momento no anime você vai entender direito.

Isso tudo pode parecer críticas, na verdade, é o contrário. Eu amo o quanto o anime não se faz acessível. Eu amo o quanto os personagens não ficam parados em um lugar te explicando as coisas (olhando para você SAO).

Sou extremamente fã do estilo do Yoshitoshi Abe que consegue ser cartunesco, mas ao mesmo tempo cruel e realista. Gosto de um mundo que tenho de desvendar pouco a pouco e nunca entender completamente toda a sua complexidade.

Para mim, Gilton Sales, esse anime é perfeito para fazer AMV’s com “Black Metal” tocando de fundo e para todos que são fãs de coisas mais experimentais, niilistas e cruéis.

Review de dr stone

Review de Dr. Stone

Dr. Stone é um isekai disfarçado. Se você gosta disso, conheça a Review de Dr. Stone. A adaptação de um dos mangás mais populares de Shonen Jump, que agora tem dois episódios em sua primeira temporada, tem a premissa de uma aventura de ficção científica, mas tem os mesmos problemas de exposição que qualquer outro anime de mundo alternativo.

Dr. stone review

No anime, o gênero isekai é aquele em que um personagem, ou personagens, viaja de seu próprio mundo para outro. No caso do Dr. Stone, eles viajam da Terra em um futuro próximo – o ano de 2038 – 3.700 anos depois de cada pessoa ter sido transformada em pedra, mas magicamente mantida viva.

Sem humanos, a natureza retoma o mundo, cobrindo tudo na densa vida vegetal e animal. Pode não ser exatamente um mundo alternativo, mas sem tecnologia humana e sem geografia, o Dr. 57 de Stone, Earth 5738, pode ser também o mundo de fantasia de videogame que compõe a maioria dos animes isekai.

Dr. stone review

Senkuu e Taiju

O show começa com os personagens principais reunidos em uma festa e explicando seus papéis – uma introdução típica de personagem na maioria dos isekai. Nos dois primeiros episódios, apenas três personagens foram libertados da pedra que os manteve vivos por quase quatro séculos e, como qualquer bom personagem alternativo do mundo, cada um recebe seus próprios super-poderes especiais, que o programa nos explica cuidadosamente:

Senkuu, o personagem principal e um cientista super-gênio; seu melhor amigo Taiju, não tão inteligente quanto Senkuu, mas extremamente forte; e Tsukasa, um personagem com incríveis habilidades de luta.

Enquanto a maioria dos isekai tem regras complicadas de seus mundos de fantasia para explicar, o Dr. Stone se inscreve na ciência do mundo real, como nos foi explicado por Senkuu. Como super-gênio residente do partido, ele sabe tudo o que precisa fazer para reiniciar a sociedade.

Ele sabe quais cogumelos você pode ou não comer, como fazer vinho seguro para beber, como cozinhar e conservar alimentos, como misturar concreto e até como construir cabanas de madeira elevadas sozinho. Senkuu é essencialmente uma coleção de quaisquer superpotências não mágicas que o enredo requer.

Review de made in abys

Review de Made in Abys

Está procurando por um anime que cativa em praticamente tudo o que propõe? A review de Made in Abyss é a pedida, e eu não estou sendo radical ou “clubista”. A aventura no abismo é divertida quando precisa, é frenética e épica quando necessária, é extremamente dramática e emocionante (eu chorei) quando você não espera, é simplesmente fantástica. Ah, e tem suspense e muita fantasia? TEM!

Made in abys review

De qualquer forma, não era de se esperar menos do fantástico estúdio da Kinema Citrus que, sobretudo, é produtor de animações de belíssima qualidade, tais como Black Bullet, Barakamon e Tate no Yuusha no Nariagari.

Me lembro que quando vi imagens e trailers sobre esse anime, eu pensei que era apenas uma obra de aventura besta e mais do mesmo, portanto julguei o livro pela capa e fui ignorante por não ser fã de personagens menores de idade. Todavia, tive a sorte de um bom amigo ter visto e me convenceu a ver, mas sem expectativas.

Você já consegue sentir uma atmosfera adulta no decorrer dos primeiros episódios, isso me me fez reparar no fato de que o anime é seinen e isso me surpreendeu visto que eu achava que era um shounen ou algo mais tranquilo. Ele aborda temas pesados e psicológicos, além disso não poupa à violência e tristeza em suas cenas, sabe retratar muitíssimo bem suas cenas e, certas vezes, de maneira chocante que faz você pensar em o quão fora da curva essa obra se encontra.

Em relação à parte técnica, Made in Abyss dá um show em todos os setores. Ele desenvolve bem os personagens principais e faz a gente simpatizar bastante por eles, sem deixar os coadjuvantes de lado e de inserir mais caras em sua trama.

Os episódios são diretos, não enrolam e focam no essencial fazendo com que o telespectador queira “rushar” o anime, ou seja, queira assistir episódio por episódio sem perder tempo por executar episódios com cenas primordiais e belas, ele não enrola.

Made in abys review

O mistério, suspense e drama que essa obra apresenta é, sem dúvidas, um dos melhores que eu já vi.

O cenário que muda constantemente à medida que você desce do abismo junto com os personagens é estonteante, a quantidade de adversidades como monstros é intrigante e diferenciada, isso faz com que sua estética visual e faça você bater palmas para o estúdio Kinema Citrus, para a direção de Masayuki Kojima.

Review de mushoku tensei

Review de Mushoku Tensei

bem, eu me apaixonei pelo que foi publicado até agora e tenho que dizer que não estou impressionado. Haverá spoilers vagos nesta análise se você se importar com esse tipo de coisa.

Mushoku tensei review

A premissa mais básica é boa, e toda a razão pela qual eu peguei isso para começar. A arte também está bem, e o tema de ‘novos começos’ e ‘dar vida ao seu tudo’ é algo que eu posso deixar para trás.

A execução foi bastante nojenta.

Mushoku tensei review

A coisa parece uma fantasia básica de poder masculino com tons pedofílicos realmente grosseiros (tanto que o mc é literalmente 3-7 e cobiça mulheres e o fato de que ele está sexualizando outros personagens muito jovens. Super grosseiro.

Também um pouco incestuoso, considerando o começo em que ele gosta muito dos peitos de sua mãe e depois mais tarde seu primo).
O personagem principal tem algumas características que podem ser simpáticas, por exemplo sendo rápido em desanimar em sua vida passada, intimidado severamente e parecendo ser uma boa pessoa no fundo (a la salvando o cara de um caminhão).

Mas ele está saturado dos elementos mais tóxicos da cultura otaku e honestamente bastante nojento por causa disso.

ele é literalmente uma Mary Sue terrivelmente escrita nesta nova vida. Nada realmente dá errado para ele, ele é OP af (contra o qual eu não sou totalmente contra), qualquer pessoa que seja má com ele é mostrada errada, manipula casualmente e facilmente todos os personagens chatos ao seu redor, tom / atitude de superioridade realizada por toda parte.

também o tratamento muito violento e desprezível do estupro (a empregada e o pai – no passado, se não no presente), toda a merda com Paul e como não houve repercussão na traição dele?

Nós, a cena aleatória de pornografia de tortura (em que ela foi violentamente espancada em uma mudança tonal estranha, não que houvesse pornografia literal) com Eris quando eles foram sequestrados, seu ocasional apelo super grosseiro, além de peitos, raças e suspençorios?

(literalmente teve que parar e tomar um momento para contemplar a estupidez absoluta), e é um harém para que você saiba que vai ser uma merda.

Fiquei agradavelmente surpreendido com o tratamento da professora quando ela foi embora. Mesmo o momento da calcinha roubada não foi totalmente horrível.

basicamente uma fanfiction muito ruim. a única razão pela qual eu dei um 3 é porque a arte era decente, não era o ecchi visual / clichê que poderia ter sido, e eu realmente consegui ler todos os capítulos traduzidos no momento.

Review de ajin demi humans

Review de Ajin Demi Humans

Tudo corria na mais perfeita ordem durante um conflito na África. Até que a batalha se intensifica e em meio ao caos um soldado de um dos lados da batalha simplesmente não continuava morto, não importava quantos tiros eles recebesse ou quantas explosões acontecem próximas a ele. Simplesmente o corpo dele se curava e ele voltava a atirar contra seus adversários. Rapidamente, um equipe secreta do governo foi até lá e capturou este que foi primeiro caso de Ajin registrado.

Nagai Kei

Ajin demi humans – review

Kei é um Estudante cursando o ensino médio e tem sua vida transformada quando ao atravessar a rua é violentamente atropelado por um caminhão, morre e segundos depois volta a ficar vivo e com os ferimentos curados, o que o faz concluir que é um Ajin.

Devido a péssima fama e alta perseguição que esse “título” traz consigo, Kei esconde esse fato de todo mundo e tenta viver uma vida normal, mas agora percebe todo o preconceito que gira em torno dos Ajins. Percebe como as pessoas estão a vontade em assistir vídeos de Ajins sendo torturados e mortos uma vez atrás da outra.

A sociedade humana é tóxica para ele e todos iguais a ele. Nessa realidade sufocante, quase que por acaso ele descobre um cara que se auto-intitula Ajin e que está lá para lutar por todos os Ajins. O nome dele é Sato. Seria essa a forma de lidar com a sociedade?

Sato

Sato é líder do movimento Pró Ajin e não mede esforços para alcançar seus objetivos. Mas seu objetivo não é criar uma sociedade onde humanos e ajins vivam em paz e harmonia, ele quer na verdade acabar com a raça humana e ser o líder dos ajins na nova sociedade. Então assassinatos, chacinas e massacres não são mais do que ferramentas na mãos deles para alcançar esse novo mundo.

Muitos Ajins preferem manter-se no anonimato, porém a bandeira Pro Ajin levantada pelo Sato e suas sucessivas demonstrações de força ao atacar órgãos governamentais, deu aos Ajins a coragem que nunca tiveram de sair das sombras. Uma nova onde rebeliões começa a se formar. E quem vai na vanguarda é ninguém menos que o Sato.

Os Ajins

Ajin demi humans – review

Altamente discriminados e perseguidos, sem direitos humanos, uma vez que esses direitos foram negados a eles, no momento que morreram e não permaneceram mortos. Os ajins não veem outra opção a não ser rebela-se contra o sistema, ou é o que a maioria deles pensa. Inicialmente Kei estava com eles mas percebe que indo por esse caminho eles nunca serão melhores que os humanos e da sua própria forma se alia aos humanos na guerra contra os Ajins.

Considerações Finais

Mortes sem precedentes. Conflitos intensos, assassinatos em massa e uma dose de sadismo. Isso é apenas uma palhinha do que será encontrado nos episódios de Ajin Demi-human. Além disso esse anime trás a tona para você diversos questionamentos do tipo: O que nos torna humanos? Até onde é válida as experiências com cobaias em laboratórios? Os humanos naturalmente são ruins? ou a sociedade os corrompe?

A animação é em um tipo de 3D e pode parecer estranha a princípio para quem está acostumado com trações menos “computadorizados”, mas seu enredo envolvente e seus questionamentos sobre a vida, o universo e tudo mais, acabam por deixar os gráficos de lado.

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre o universo de Ajin Demi-Human, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes eletrizantes.

Review de hataraku maou sama

Review de Hataraku Maou-Sama

Meus queridos, venho informar que muito de vocês estão sendo enganados; acreditando que somente magia e poder podem derrotar um inimigo. Felizmente, não é o que acontece com o rei demônio Sadao, derrotado por uma simples fatura de aluguel; obrigando-o a procurar um emprego no Mc Donald’s para pagar suas contas e não passar fome durante sua estádia no Japão.

Hataraku maou-sama review

White Fox foi responsável por duas febre entre os otakus (Steins;Gate, Re:zero) e nos trouxe uma excelente obra chamada Hataraku Maou-sama; infelizmente é um anime desconhecidos por muitos.

Para quem é fã de um slice of life, vai curtir a ideia passada no anime, mantendo um ritmo agradável a todo momento, inclusive nas cenas que se passa no trabalho e na casa de Sadao.

As quais tornam-se as melhores cenas de alívio cômico depois das de batalhas, que, não deixam à desejar para quem está assistindo o anime.

Questão de enredo: posso dizer que se torna bom por ter um diferencial. Conseguindo juntar o útil ao agradável, ou seja, uma plena harmonia de uma realidade alternativa com o nosso mundo; explicando acontecimentos da realidade alternativa com a junção e adaptação dos personagens vivendo em nosso mundo.

Prosseguindo

Hataraku maou-sama review

Cores vibrantes nos alívios cômicos e cores pesadas nas cenas de batalha. Isso tornou os cenários magníficos, transformando o anime gradativamente interessante junto com sua trilha sonora, que combina com cada ponto de cores citados.

Sua abertura dispõe de uma canção agradável com o titulo “ZERO!!” cantada por Minami Kuribayashi, sua “ending” é composta por quatro músicas diferentes, sendo elas:

1: “Gekka (月花)” de nano.RIPE (episódios 1, 3-4, 6-12)
2: “ZERO!!” de Minami Kuribayashi (episódio 2)
3: “Star Chart (スターチャート)” de nano.RIPE (episódio 5)
4: “Tsumabiku Hitori (ツマビクヒトリ)” de nano.RIPE (episódio 13)

Se você tem mania de reclamar dos personagens e suas evoluções, então, mais uma vez, eu lhe instigo a ir assistir ao anime! Claro, depois de ver a review. O protagonista tenta ser sério, mas junto de seus companheiros, se torna algo difícil;  que o faz carismático, engraçado e amável. Com sua “arqui inimigo” (a relação de ambos está mais pra amor do que ódio) a heroína Emília está sempre espionando Sadao, o casal mais shipado e fofo na história ou não?

Há boatos de quem “shippa” o rei demônio com a “lolizinha”, sua companheira de trabalho. Ainda há o rival do protagonista: “Lúcifer”. Vindo também para o Japão e causando muitos problemas durante o anime, tornando-se o melhor personagem com suas trapalhadas e irresponsabilidades. Existem mais personagens, mas isso fica por sua vontade em procurar o anime para conhecê-lo.

Então pessoas, eu vou ficando por aqui. Espero que gostem e comentem o que acharam do anime, até a próxima!

Review de cavaleiros do zodiaco alma de ouro

Review de Cavaleiros do Zodíaco – Alma de Ouro

Nesse spinoff da série original de Cavaleiros do Zodíaco, o foco da história são os cavaleiros de ouro. E a história se passa depois da Saga de Hades e antes do Prólogo dos Céus. Sem saber o motivo os cavaleiros de ouro foram revividos nas terras geladas de Asgard. E embora todos os cavaleiros de ouro apareçam o Aiolia de Leão tem um destaque maior e muitas vezes a história gira em torno de suas ações em prol da Justiça e em honra a Athena.

Mú de Áries

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Primeira casa do Santuário, Mú está entre os cavaleiros mais fortes, embora geralmente não use esse potencial em combate. Nesta saga é um dos primeiros a despertar a armadura divina de ouro juntamente com Shaka de virgem. E tem papel fundamental na luta contra os Guerreiros deuses de Asgard.

Aldebaran de Touro

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Segunda casa do Santuário, Aldebaran é conhecido por sua força bruta e por seus golpes que reúnem ataque e defesa ao mesmo tempo que são lançados na velocidade da luz. Certamente sozinho teria destroçado todos os Guerreiros deuses de Asgard.

Saga de Gêmeos

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Terceira casa do Santuário, Saga é respeitado por todos os outros cavaleiros de ouro e é tido como o mais poderoso entre eles. Logo em sua primeira aparição salva a vida do Milo de Escorpião e teria condições de derrotar todos os Guerreiros deuses de Asgard juntos em um instante. Se não fosse um estranho cosmo que enfraquecia os cavaleiros de Athena.

Máscara da Morte de Câncer

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Quarta casa do Santuário, Máscara da Morte é conhecido por matar mulheres, crianças e pessoas mais fracas, porém se arrepende de seus atos e se redime. Nessa saga ao encontrar Helena e apaixonar-se por ela decide não se envolver nas lutas e é encontrado num bar pelo Afrodite de Peixes.

Aiolia de Leão

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Quinta casa do Santuário, Aiolia é conhecido por ser o mais pavio curto entre os cavaleiros de ouro. Aqui se mostra justo e digno de está entre os cavaleiros de ouro, varrer o chão com os Guerreiros deuses de Asgard seria o exercício matinal de Aiolia, não fosse um estranho cosmo que limitava o poder dos cavaleiros de Athena.

Shaka de Virgem

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Sexta casa do Santuário, Shaka é conhecido por ser o homem mais próximo de Deus. Inicialmente fica numa caverna meditando buscando entrar em contato com a Athena. Quando decide entrar na batalha enfrenta um oponente que é tido como deus. E também não teria problemas em enfrentar vários Guerreiros deuses ao mesmo tempo.

Dohko de Libra

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Sétima casa do Santuário, Dohko é conhecido como mestre ancião apesar de sua aparência jovem pois viveu por mais de 200 anos devido a um favor recebido de Athena. O único de todos que não precisou da armadura divina para derrotar seu oponente. Durante o período que esteve em Asgard ajudou muito os outros dourados.

Milo de Escorpião

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Oitava casa do Santuário, Milo é conhecido por torturar seus inimigos com a agulha escarlate, aqueles que não morrem acabam enlouquecendo com suas agulhadas. Apesar de muito forte Milo acabou tendo que enfrentar Camus de Aquário que por razões pessoais estava contra os Cavaleiros de Athena.

Aiolos de Sagitário

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Nona casa do Santuário, Aiolos é conhecido por ter morrido protegendo Athena enquanto ela ainda era um bebê. É o irmão mais velho de Aiolia e foi o primeiro a ser revivido, sendo assim enfrentou sozinho o líder dos Guerreiros deuses de Asgard.

Shura de Capricórnio

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Décima casa do Santuário, Shura é o detentor da Excalibur, lâmina de energia tão rápida quanto a luz. Ajuda o Aiolia numa batalha contra ele mesmo e depois enfrenta o Camus numa batalha intensa.

Camus de Aquário

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Décima Primeira casa do Santuário, Camus é o cavaleiro conhecido por sua técnicas de gelo, capazes de congelar até armaduras de ouro quando atinge o zero absoluto. Ao ser revivido reencontra um antigo amigo com quem tinha uma grande dívida, por isso decide por lutar ao lado dele contra os cavaleiros de Athena.

Afrodite de Peixes

Cavaleiros do zodíaco – alma de ouro – review

O defensor da Décima Segunda casa do santuário, Afrodite é conhecido por sua beleza e seus ataques com veneno. Descobre como quebrar a barreira que bloqueia os poderes dos Cavaleiros de Athena.

Minhas considerações

Cavaleiros do Zodíaco – Alma de Ouro é indicado para pessoas que já tenham assistido a obra original e que sempre quiseram conhecer melhor os cavaleiros de ouro. Ainda esse spin off peque um pouco nesse sentido explorando com mais profundidade apenas alguns deles. É possível entender melhor o relacionamento de amizade cultivado por eles após as batalhas da Saga de Hades.

No quesito qualidade gráfica a Toei Animation deu um show de qualidade. Descubra qual o seu signo, pegue a sua armadura e eleve o cosmo.
Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre os cavaleiros de ouro, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes nostálgicos.

Review de code geass

Review de Code Geass

A história do Code Geass se passa no ano de 2010 numa realidade em que o Japão é uma colônia da Superpotência Mundial Britannia, passando a ser chamada apenas de Área 11.

Em meio a crises políticas, tráfico de drogas e pessoas, crimes violentos e uma desenfreada disputa por poder, surge o Lelouch Lamperouge, alguém disposto aí até o fim por seus ideias e para trazer um mundo melhor para que sua irmã possa viver em paz.

Lelouch Lamperouge

Code geass – review

Estudante, 17 anos e 11º príncipe do Império de Britannia, conhecido por sua inteligência Lelouch é bastante popular com as garotas embora nunca demonstre interesse genuíno por nenhuma delas.

Devido a eventos em seu passado Lelouch esconde seu nome verdadeiro e alimenta um ódio sem precedentes pelo seu pai, atual Imperador de Britannia. Em contrapartida Lelouch é capaz de tudo pela sua irmã Nunnaly.

A vida do Lelouch muda completamente ao encontrar uma garota chamada C.C. que se auto intitula bruxa e concede a ele um estranho poder chamado Code Geass. Com essa nova habilidade em mãos finalmente Lelouch coloca em andamento o seu plano de destruir Britania.

Nunnaly Lamperouge

Code geass – review

Estudante, 14 anos e irmã mais nova do Lelouch. Após um atentado que terminou com a morte de sua mãe e tornando-a paralítica. Ela foge com seu irmão Lelouch, se exila e muda de nome. No meio da fuga eles conhecem o Susaku Kururugi quem mais tarde se torna um grande amigo da família e o melhor amigo do Lelouch.

Devido a sua personalidade meiga todos amam a Nunnaly e mesmo com todas as dificuldades que passou na infância, ela se tornou uma pessoa tão gentil que às vezes parece transcender os limites humanos. Talvez a infância difícil é que a tenha levado a colocar-se sempre no lugar do outro.

C.C.

Code geass – review

A sua origem é desconhecida tudo que se sabe a princípio é que elas estava sendo cobaia de experimentos pelo exército do Império de Britannia. É justo numa mudança de locais que o destino dela se cruza com o do Lelouch.

Sabe-se que ela é bem mais velha do que se parece e que viveu em outra época da sociedade talvez a idade média. Ela é no entanto para todos os efeitos imortal e decide ajudar o Lelouch em sua jornada para destruir Britannia desde que ele lhe prometesse está com ela no final.

O que isso significa ao que parece só se revelará no futuro. Por hora suas reais intenções não são claras.

Considerações Finais

Code Geass é um anime com uma pegada diferente do habitual shonen. Muitas das coisas são resolvidas com belas estratégias arquitetadas pelo Lelouch. Mas para quem não quer deixar de lado as épicas batalhas que só vemos nos animes… Lutas com robôs mechas também estão presentes nessa obra.

Vale destacar que a qualidade visual é um excelente cartão de visitas e que o estúdio Sunrise está de parabéns pelo ótimo trabalho. Para facilitar ainda mais a nossa vida, as duas temporadas do Code Geass estão na Netflix e no Crunchyroll.

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre Code Geas, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes eletrizantes.

Review de elfen lied

Review de Elfen Lied

A história gira em torno de Lucy, uma diclonius que é o próximo estágio de evolução da raça humana. Não consegue deixar de ser motivo de medo e curiosidade entre os humanos menos evoluídos. Por isso desde jovem foi mantida em cativeiro por cientistas e além disso sendo cobaia de experimentos. Até que finalmente consegue fugi.

Lucy

Elfen lied – review

Lucy foi o nome que os cientistas deram a ela, sendo assim o seu verdadeiro nome é desconhecido. Sua primeira infância foi num orfanato onde desde sempre foi humilhada e maltratada por ser diferente. Diclonius são muito semelhantes a humanos, porém possuem pequenos chifres nos lobos temporais.

Ela aguentou essa vida até quando foi possível, pois mesmo com as dificuldades de se adaptar e socializar ele fez amizade e até criou um cachorrinho. Até o dia em que foi traída pela melhor amiga e teve o seu cachorro morto pelos colegas do orfanato. Sem nenhuma hesitação ela mata todos no orfanato e foge, e deixa um rastro de sangue por onde passa.

Em meio a todo esse caos conhece o Kouta por quem desenvolve um laço profundo de amizade e paixão, mas acaba por ser capturada e mantida como cobaia num centro de pesquisa.

Devido a uma falha na segurança, Lucy consegue escapar do compartimento que a mantinha presa, e se no universo de Elfen Lied existe a síndrome de estocolmo (quando o refém cria afeto pelo sequestrador) Lucy com certeza não sofre desse mal, pois usando seus vetores (braços invisíveis, telecinéticos e com forte capacidade para cortar objetos) decapitou, mutilou, desmembrou e matou cada pessoa que cruzou o seu caminho até a saída do centro de pesquisa. Porém na fuga ela sofre um forte dano na cabeça e perde a consciência.

Nyu e Kouta

Elfen lied – review

Ensanguentada, molhada e sem memórias do que tinha acontecido, Lucy acorda numa praia sem nenhuma consciência de quem é. Kouta a encontra e percebe que a única coisa que Lucy é capaz de falar é “Nyu”. E passa a chamá-la por esse nome. Nyu apesar de ser adulta tem a mentalidade de uma criança de pouco menos de dois anos.

E talvez o seu subconsciente tenha lembrado do Kouta, pois desde o primeiro momento que o viu não quis mais ficar longe dele. Vendo que ela não ia deixá-lo em paz e vendo que abandoná-la sozinha ia trazer mais problemas, Kouta a leva para casa. Cuidar da Nyu começa a ser um problema quando é necessário dar banho nela e ajudá-la a trocar de roupa (para os marmanjos de plantão esse não seria um grande problema, não é mesmo). Por isso ele pede ajuda a sua prima Yuka. Juntos acabam se tornando “pai” e “mãe” da Nyu.

Devido a sua natureza gentil e por causa da perda de sua irmã na infância, Kouta se esforça muito para proteger todas as garotas a sua volta. E percebe mais tarde que várias pessoas estão atrás da Nyu, então promete que vai defendê-la a todo custo. Até que Lucy reaparece.

Considerações finais

Para quem gosta de uma temática mais adulta Elfen Lied literalmente faz cabeças voarem, um misto de amor e ódio é o que vai acompanhar quem decide embarcar nessa aventura. Amor pela Nyu(minha humilde opinião) e ódio pelos humanos que sempre encontram um jeito de tornar as coisas piores. Apesar de ser um anime curto com apenas 14 episódios é um anime que deixará lembranças em quem assisti-lo.

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre a Lucy/Nyu e sua história com o Kouta, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais personagens e seus animes eletrizantes.

Review de zero no tsukaima

Review de Zero no Tsukaima

Zero no Tsukaima se passa num mundo onde a magia existe, bem como criaturas mágicas são tão comuns quanto os animais que vemos no nosso cotidiano. Louise a nossa jovem protagonista é uma maga que estuda numa das mais conceituadas escolas de magia, senão a mais conceituada: A academia de Magia de Tristain.

Contra todas as expectativas, Louise não consegue conjurar nenhuma magia de forma adequada, o que a fez receber o apelido de Zero Louise.

Porque Zero Louise?

Na Academia de magia de Tristain o nível de afinidade com magia é medido por quanto dos quatro elementos o mago tem domínio, sendo eles Ar, Água, Terra e Fogo.

Magos que dominam apenas um desses elementos são chamados de “ponto, aqueles capazes de juntar dois desses elementos são chamados “linha”, ao dominar três elementos se chamam “triângulo” e por fim aqueles que dominam os quatro elementos são chamados de “quadrado”.

No caso da Louise ele não consegue dominar nenhum dos quatro elementos e passou a ser motivo de chacota entre os estudantes que mais tarde a apelidaram de Zero como já havia dito.

Louise e o Ritual Sagrado

Zero no tsukaima – review

Como maga do segundo ano na Academia de Magia, Louise deve realizar o ritual de invocação de um familiar. Familiares são criaturas mágicas que vivem em função de ajudar o seu dono em tudo quanto possível. E o inesperado (ou esperado) acontece quando a Louise faz o ritual, pois ao invés de uma criatura mágica a Louise invoca o Saito, um humano dos dias atuais, sem qualquer poder mágico.

Apesar de relutante por ser um Ritual Sagrado Louise é obrigada a aceitar o Saito como Familiar e ele é obrigado a acompanhá-la. Por causa de sua personalidade mimada a Louise começa a tratar o Saito como animal, fazendo-o dormir no feno, usando magias de ataque nele e usando um chicote para espanca-lo.

Louise e Saito

Zero no tsukaima – review

Depois de um tempo o Saito passa a se relacionar com outros magos e a ficar popular com outras garotas, uma vez que descobriu uma misteriosa habilidade que o permite saber as informações de uma arma ao tocá-la bem como manejá-la, além disso ao que parece esta habilidade funciona com qualquer tipo de arma.

Com ciúmes Louise começa a puni-lo com mais severidade e começa a se questionar o motivo de sentir tanto ciúme do Saito, quando acaba percebendo que está se apaixonando por ele…

Considerações Finais

Com quatro temporadas lançadas Zero no Tsukaima é sem dúvidas um ótimo anime para quem quer dar boas risadas e para quem gosta de um toque de romance nos caóticos mundos de magia e bruxaria. É o tipo de anime que quando se chega ao episódio final já se está com saudades.
Não à toa estamos todos esperando por uma possível quinta temporada.

Isso somente o tempo irá dizer uma vez que a quarta temporada teve seu último episódio exibido em 2012. No que diz respeito a qualidade gráfica o anime possui traços mais antigos porém mantém uma qualidade fora de série e possui um enredo envolvente, que acaba por prender nossa atenção.

Se você gostou deste review e de conhecer um pouco mais sobre o universo de Zero no Tsukaima, aproveite para ler nossos outros artigos de review e conhecer ainda mais animes eletrizantes.

Anime One Piece entra para o catalogo da Netflix

A Netflix adicionará a série de anime de longa duração, One Piece, ao seu catálogo. A série de anime não estará completa, porém, já que apenas os dois primeiros arcos estarão disponíveis – as sagas “East Blue” e “Alabasta”.

A partir de 12 de junho, antes da serie em Live-action entrar em desenvolvimento para o serviço de ‘streaming’, a Netflix (via Twitter) oferecerá às duas primeiras sagas do anime de longa duração.

“East Blue” é a primeira saga (e introdutória) do cânone de One Piece e abrange 54 episódios a partir do episódio 1. “Alabasta” é a próxima saga depois de “East Blue” e é coberta por 69 episódios, começando pelos episódios 62. Isso eleva o total de 123 episódios para às duas sagas, mas se a Netflix incluir os episódios de preenchimento, um robusto 130.

Para aqueles que desejam entrar na popular adaptação de anime do mangá icônico, esses dois primeiros arcos da história são um ótimo ponto de partida para série que consiste em uma assustadora contagem de mais de 900 episódios.

Pokemon coco sera adiado devido a covid 19

Pokemon Coco será adiado devido a COVID-19

Pokemon tinha planos de lançar seu próximo filme neste verão, mas parece que o próximo título foi adiado indefinidamente devido à pandemia em andamento.

Hoje cedo, a equipe por trás de Pokemon Coco confirmou que o lançamento nos cinemas do filme foi adiado. A decisão ocorre depois que a indústria do entretenimento estremeceu globalmente para impedir a propagação do COVID-19 por meio dos cinemas.

No site oficial do Pokemon, a empresa anunciou que o próximo anime foi adiado.

“Decidimos adiar o lançamento nos cinemas do filme Pokemon Coco devido ao surto de coronavírus.

Pedimos desculpas àqueles que estavam ansiosos por isso. Informaremos você sobre a data de lançamento assim que for decidido. Esperamos que você entenda”.

Temporada final da food wars e adiada para julho ou mais tarde devido ao covid 19

Temporada final da Food Wars é adiada para julho ou mais tarde devido ao COVID-19

A Food Wars entrou em ação no início deste ano na televisão, mas parece que o anime não voltará até julho. Acontece que a pandemia em andamento causou estragos nos cronogramas de produção em todo o setor, e a Food Wars não conseguiu escapar . Como tal, o programa informou aos fãs hoje que a quinta temporada foi adiada mais uma vez.

food-wars-season-4-poster-fourth-plate-1185805-1280x0-1191072-1287785

Segundo o estudio, o terceiro episódio não será transmitido até julho, no mínimo.

O anúncio japonês confirma que o retorno acontecerá em julho “ou mais tarde” se for necessário mais tempo.

Portanto, se o Japão continuar com seu estado de emergência, os fãs podem apostar que a produção no Food Wars sofrerá poucas mudanças.

Em meados de abril, o programa confirmou que entraria em hiato devido ao impacto do COVID-19. 

Com o Japão em estado de emergência, o trabalho em escritório foi bastante reduzido, o que impactou fortemente o setor de animação. 

Com a produção e a pós-produção paradas, programas como Food Wars ficaram sem opção a não ser entrar em hiato.

Netflix trolla os otakus com uma lista absurda de melhores animes do mundo

Netflix Trolla os Otakus com uma lista absurda de melhores animes do mundo

A Netfliz tem se dedicado ultimamente a crescer o seu catalogo de Animes, visto que essa forma de animação tem ganhado cada vez mais vizibilidade na cultura pop.

Usando o Twitter que é voltado para o humor, A Netflix fez uma lista nomeando os melhores animes do mundo, no entanto a lista é repleta de itens completamente sem noção.

Os itens na lista vão de série ruim a animação mal feita.

Os fas de inuyasha querem saber o que aconteceu com kagome na sequencia da animacao

Os fãs de Inuyasha querem saber o que aconteceu com Kagome na sequência da Animação

Inuyasha está voltando depois de muito tempo apóso final da saga, o novo anime ocorre após os eventos da série original e com isso muitos fãs de Inuyasha querem saber o que aconteceu com Kagome.

Entitulada Yashahime: Princess Half-Demon, a nova série seguirá as filhas de Inuyasha e Sesshomaru.

Princess Half-Demon, a nova série seguirá as filhas de Inuyasha e Sesshomaru.
Princess Half-Demon, a nova série seguirá as filhas de Inuyasha e Sesshomaru.

O criador original Rumiko Takahashi retornou para a sequência para fornecer novos ‘designs’ de personagens, e a série recentemente compartilhou os primeiros detalhes de Inuyasha e Moroha, filha de Kagome.

Embora ela certamente seja uma estrela para os fãs logo de cara, um dos detalhes de seu perfil introdutório de personagens faz com que os fãs se perguntem sobre o destino de Inuyasha e Kagome.

Uma parte da biografia da personagem de Moroha brinca que ela mora sozinha desde tenra idade, e não conhece bem seus pais… Então os fãs estão definitivamente confusos sobre o que isso pode significar.

Por que Inuyasha e Kagome estão desaparecidos da vida de sua filha? Quanto tempo se passou desde o final da série original? Eles poderiam ter morrido antes do início da sequência?

novo anime da netflix tem trailer divulgado

Novo anime da Netflix tem trailer divulgado

Great Pretender! é o novo anime da netflix produzido pelos mesmo criadores de attack on titan.

sinopse: “Makoto Edamura é supostamente o maior vigarista do Japão. Juntamente com seu parceiro Kudo, eles tentam enganar um francês em Asakusa, mas inesperadamente são enganados. O francês, a quem eles tentaram enganar, acaba por ser Laurent Thierry – um nível muito superior. ‘homem da confiança’, no controle das máfias. Edamura ainda está para descobrir o que o espera, depois de se envolver nos empregos sujos do francês …!

Demon Slayer deve dar a Inosuke sua própria série quando a franquia terminar

Muitos já sabem que agora o fim de Demon Slayer está próximo, o manga anunciou o seu final com o capítulo 205. e agora é hora de inosuke ser a nova estrela do show.

36659f7d9f02aef6aa1b6805a320b72e42c84f9dr1-736-1122v2_00-3832885

Inosuke é um espadachim que é extremamente forte, ele está sempre em busca de adversários mais fortes para testar sua coragem, embora o futuro da série não esteja claro, o final do anime pode garantir uma série apenas para o inosuke.

Quando Inosuke conheceu Tanjiro, Zuko e Zenjitsu em uma de suas aventuras de caça aos demônios, ele os conheceu como inimigos, simplesmente procurando testar suas espadas contra outro guerreiro.

b966abb0c4fc2c9c73dd31b8c8e98a34-2217446

Enquanto ele chegou perigosamente perto de assassinar Tanjiro em uma luta individual, ele finalmente se estabeleceu e se juntou ao trio em sua missão de derrubar o maior número possível de demônios, além de salvar vidas humanas ao longo do caminho!

De todos os designs de personagens que aparecem na série Demon Slayer , simplesmente não se pode negar que Inosuke se destaca entre seus companheiros soldados.

inosuke-9671208

Com uma máscara com cabeça de porco sendo usada para esconder sua aparência incrivelmente bonita e suas espadas irregulares sendo usadas regularmente para cortar demônios, o visual de Inosuke foi um dos mais reconhecidos na popular franquia de anime!

Além dessa estética bizarra, a personalidade insana de Inosuke pode não ser apenas impressionante, também é difícil não amar, à medida que você aprende mais sobre o personagem!

inosuke-tanjiro-zenitsu-1760085

Com um grande mundo estabelecido nesta franquia de anime, continuar a história através de um dos personagens coadjuvantes, como Inosuke, ou com uma sequência em potencial, seria definitivamente o melhor caminho para os fãs da série.

Embora o criador possa sentir que a história de Tanjiro e Zuko está chegando à sua conclusão natural, estamos cruzando os dedos que o universo é revisitado após a grande conclusão da série.

Criador de One Piece atualiza status de anime e mangá durante pandemia

Como muitas outras séries de anime e mangá , a história de Luffy e sua tripulação em One Piece viu alguns obstáculos no caminho para liberar as últimas edições da história, mas Eiichiro Oda recentemente deu aos fãs uma nova atualização sobre a progressão da série! Com o popular arco da história de Wano Country em pleno andamento, os fãs da franquia aguardam ansiosamente os capítulos mais recentes do anime e do mangá a serem lançados, embora precisem esperar um pouco mais do que o habitual!

Eiichiro Oda trabalha incansavelmente na franquia de One Piece desde que o mangá começou em 1997, sempre elogiado por seu insano regimento de trabalho na produção da série impressa. Infelizmente para os fãs, parece que definitivamente haverá alguns hiatos quando se trata da agenda de lançamentos daqui para frente.

Com séries de anime como Naruto, Digimon e várias outras sendo afetadas, não é surpresa ver que o cuidado e a consideração estão entrando no bem-estar dos trabalhadores que colocam o anime e o mangá de One Piece juntos, pois há simplesmente algumas vezes em que não é evitável. Com a pandemia enfatizando a necessidade de “distanciamento social”, formas criativas de contornar algumas das tarefas anteriores que exigem proximidade de grupo devem ser pensadas para “achatar a curva”.

Mangazine

Sua enciclopédia sobre mangás.

Este é um site do Grupo Mediaz